Sexo na piscina: 7 cuidados que você deve ter ao experimentar
31/10

Sexo na piscina: 7 cuidados que você deve ter ao experimentar

O sexo na piscina pode ser extremamente prazeroso, mas não é só pular na água e começar a brincadeira. O ambiente aquático demanda alguns cuidados para que os parceiros possam aproveitar o momento a dois sem grandes preocupações.

Se você está pensando em investir nessa prática, vale conferir as dicas abaixo. Continue a leitura para saber mais!

1. Use lubrificante

Muita gente pensa que a água, por trazer uma sensação de “molhado”, aumenta a lubrificação. Isso, na verdade, é um mito. A água pode, inclusive, atrapalhar a lubrificação natural da vagina. Para evitar qualquer desconforto durante a penetração, utilize lubrificantes. Na hora de escolher, opte por uma marca conhecida.

Vale testar o creme em uma parte pequena do corpo (como pulso ou mãos) para garantir que você ou seu parceiro (a) não tenham reações alérgicas.

2. Preste atenção à camisinha

O cloro e outras substâncias químicas presentes na água podem favorecer o rompimento da camisinha. Por isso, preste atenção ao preservativo durante o ato sexual, e não abra mão da camisinha, mesmo dentro d’água. Ela é fundamental para prevenir DSTs.

3. Crie posições divertidas (e confortáveis)

A sensação de leveza corporal proporcionada pela água permite que você crie posições e movimentos que não conseguiria se estivesse fora da piscina. Abuse disso, e não tenha medo de ser criativa (o) com seu parceiro (a). A medida para saber se a posição está dando certo é que ambos se sintam confortáveis e tenham prazer.

4. Utilize uma piscina privada

Isso é fundamental. Em piscinas públicas, você pode estar sujeito a filmagens de câmeras de segurança ou mesmo de celulares. Não coloque a sua privacidade em risco e opte sempre por um local privado. Pode ser na sua casa, em um quarto de hotel, jacuzzi do motel, piscina de bangalô…existem inúmeras opções para escolher!

5. Lembre-se das preliminares

As preliminares estão aí para ajudar a preparar o corpo para o ato sexual, e não é diferente quando você está na piscina. Aliás, uma boa dica para quem tem receio de fazer sexo na piscina é utilizar o local apenas para as preliminares. Assim, vocês podem ir para outro lugar quando o clima começar a esquentar de verdade.

6. Tome banho depois do sexo

Tomar banho é importante para remover da sua pele possíveis resíduos de substâncias presentes na água da piscina, como o cloro. Isso é fundamental principalmente para as mulheres, para evitar infecções e a entrada de bactérias no canal vaginal.

7. Explore as áreas ao redor da piscina

Se você não curte o sexo dentro da piscina, que tal explorar as áreas ao redor? Já imaginou uma transa na ducha, no deck, nas cadeiras de plástico? É só deixar a imaginação rolar para descobrir diversas possibilidades. O importante é que você e seu parceiro (a) estejam confortáveis e curtindo o momento!

E aí, ficou animado com as nossas dicas de cuidados para o sexo na piscina? Se você não tem acesso a uma piscina privada onde possa transar sem encanações, uma boa dica é procurar um local adequado para isso, como um hotel ou motel.

Para que a prática funcione, você precisa estar à vontade no ambiente que escolheu. Assim, você fica relaxado e confortável para ter uma noite (ou tarde, quem sabe) fantástica!

Gostou deste artigo? Quer receber outros conteúdos como este no seu e-mail? Assine nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *