Camisinha feminina: tudo que você deveria saber!
02/03

Camisinha feminina: tudo que você deveria saber!

A maioria dos homens é acostumado a sempre levar uma camisinha masculina na carteira, afinal, é importante estar preparado. Por outro lado, esse é um costume que está se difundindo entre as mulheres, até porque a camisinha feminina não é tão popular e ainda deixa muitas dúvidas.

Esse modelo já existe há anos, é prático, seguro e proporciona prazer do mesmo jeito. Para ajudar a difundir essa ideia, no texto de hoje, falaremos sobre o assunto e vamos responder a algumas questões sobre a camisinha feminina. Confira!

O que é a camisinha feminina?

A camisinha feminina é constituída de um plástico fino, macio, resistente e transparente, com dois anéis (um fixo na borda e outro móvel, que não deve ser retirado). Ela se parece com uma “bolsa”, de 15 cm de comprimento e 8 cm de diâmetro.

O material pode ser de borracha nitrílica ou poliuretano — material mais fino que o látex utilizado nas camisinhas masculinas —, além de também ser mais lubrificada.

Ela pode ser encontrada em farmácias ou em sexshops e o preço costuma ser maior que o das camisinhas masculinas — cerca de 6 reais por camisinha.

Como ela funciona?

Assim como a camisinha masculina, a camisinha feminina protege contra as doenças sexualmente transmissíveis e é um método contraceptivo. Ela é posicionada dentro do canal vaginal, de forma que “tampa” a entrada do colo do útero, o que impede que os espermatozoides liberados na ejaculação passem pela barreira.

O anel móvel fica posicionado na extremidade fechada da camisinha, e o anel fixo fica na parte externa da vagina, cobrindo a vulva. Alguns cuidados devem ser tomados ao utilizá-la, como:

  • a camisinha feminina não pode ser usada junto à camisinha masculina;
  • a embalagem não deve ser aberta com os dentes ou tesouras;
  • a camisinha feminina deve ser utilizada apenas uma vez.

Como colocá-la e retirá-la?

A seguir, citamos o passo a passo para a colocação e a retirada da camisinha feminina. Confira:

  1. abrir a embalagem e segurar a argola menor — móvel — com o polegar e o indicador;
  2. apertar essa argola e introduzi-la no canal vaginal com o dedo indicador;
  3. empurrar com o dedo indicador para “encaixar” a argola próxima ao colo do útero;
  4. arrumar a argola maior para fora da vagina, de forma que cubra os grandes lábios.

Antes de retirar a camisinha, é preciso torcer a argola de fora para impedir que o esperma escorra. Depois, puxar lentamente a camisinha e jogá-la fora.

Quais as vantagens de usar a camisinha feminina?

Além de oferecer a mesma proteção que a camisinha masculina, a camisinha feminina ainda possui diversas vantagens, como:

  • ela pode ser colocada no canal vaginal até 8 horas antes do sexo (um item muito legal para as mulheres que se sentem desconfortáveis ou têm vergonha de colocá-la na frente do parceiro);
  • ela oferece uma proteção maior contra as DSTs, pois abrange maior superfície de contato genital;
  • ela não tem nenhuma contraindicação;
  • ela não “aperta” o pênis durante o ato sexual;
  • o anel externo pode estimular o clitóris durante o sexo, aumentando ainda mais o prazer;
  • ela pode ser utilizada com qualquer tipo de lubrificante (ao contrário da camisinha masculina, que só pode ser utilizada com lubrificante a base de água).

Agora que você sabe todas as vantagens da camisinha feminina, que tal comprar uma e experimentar? Se você já usou e gostou, deixe um comentário no post e compartilhe a sua experiência! Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *