Sexo no verão x sexo no inverno
22/10

Sexo no verão ou sexo no inverno: quando se transa mais?

Por acaso, você costuma ter uma vida sexual mais ativa nos meses de frio ou calor? O fato é que a ciência já comprovou qual período do ano tende a ser mais excitante para os casais. Sexo no verão ou sexo no inverno. Qual estação é a sua preferida para ter mais momentos íntimos com aquela pessoa especial?

De acordo com os especialistas, a estação mais quente do ano influencia no biorritmo em função de fatores externos. Por exemplo, o calor, os dias mais longos e mais horas com a presença de luz natural.

Além disso, o sexo no verão ocorre mais vezes também por questões internas. Tais como: redução da tensão diária e elevação dos chamados hormônios do prazer. Mas, como isso se sucede?

Freqüência do sexo no verão

O sol interfere na produção de oxitocina através da pele e dos raios solares, incentivando a hipófise. Isso faz com que aconteça a liberação dos hormônios sexuais, como a testosterona, que no público masculino, trabalha aprimorando a virilidade, assegurando ereções mais poderosas e ampliando o desejo.

Só que não para por aí, não! A alta temperatura também gera mais suor e, ao suar, o corpo humano se torna uma fonte de feromônios que acabam por chamar a atenção de outras pessoas. Ou seja, a tão desejada “atração fatal”.

Embora a ciência tenha provado que o sexo no verão aumenta a sua regularidade, outro ponto relevante para despertar o tesão é o relaxamento. Isso porque muitas pessoas conseguem tirar férias e aproveitar as festas nesta época. Se desapegar da hora habitual para se deitar e levantar, fazer o que bem entender e sem pressa pode ser muito estimulante.

Mais nascimentos no verão?

Quando se considera que as pessoas fazem mais sexo no verão, a tendência seria que nestes meses a quantidade de nascimentos crescesse consideravelmente, mas não. Uma pesquisa promovida pelo Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc) mostrou que os nascimentos ocorrem, no território nacional, mais em março, abril e maio.

Ou seja, o espaço entre o final do verão e o começo do outono. A partir daí, a fase de concepção se concentra em junho, junho e agosto. Encerramento de outono, princípio de inverno e férias de julho! Na vice-liderança está o mês de setembro com nascimento de bebês gerados no último mês do ano, sobretudo, na época de Natal e Ano Novo.

Em compensação, o período do ano com a menor média de nascimento do Brasil se registra no último trimestre (outubro, novembro e dezembro), no meio da primavera. Portanto, essas gestações foram iniciadas nos primeiros três meses do ano, no verão, nas férias de começo de ano e até com a folia de carnaval.

Sexo no verão x sexo no inverno

A conclusão dos estudos é que o sexo no verão não influencia diretamente no aumento das concepções, o que pode reforçar uma preocupação dos brasileiros em utilizar métodos contraceptivos, especialmente, neste momento. Afinal, as autoridades tendem a efetuar campanhas de conscientização e até distribuição gratuita de preservativos neste período.

O que é evidente é que não há melhor ou pior período para experimentar novidades na sua vida sexual. Sexo no verão, no inverno, no outono ou primavera, não importa. Aproveite, independente da estação do ano.

Para finalizar o nosso texto, que tal uma dica perfeita para essa época do ano? Você também pode se interessar pelo nosso artigo: “Temporada das flores: como decorar a cama com pétalas”, basta clicar aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *