Na hora do prazer: como encontrar o ponto G na sua parceira?
04/06

Na hora do prazer: como encontrar o ponto G na sua parceira?

Encontrar o ponto G é quase um mito entre quem procura as melhores formas de excitar a parceira: será que ele existe mesmo? Onde se localiza? Como encontrá-lo e levá-la ao orgasmo? Essas e muitas dúvidas podem surgir antes da hora H, trazendo preocupações que tornam a relação muito menos leve e divertida.

Se isso tem tirado o seu sono à noite, relaxe: no post de hoje, explicaremos todas essas perguntas e mostraremos que levar a mulher ao ápice no sexo é, ao contrário do que alguns podem pensar, possível e simplesmente delicioso!

E aí, o ponto G existe mesmo?

Para sanar de vez essa questão, afirmamos que sim, dá para encontrar o ponto G, mas ele pode ser um pouco diferente do que você imagina. Na verdade, essa região da vagina não é um órgão propriamente dito, nem algo próprio do corpo.

Imagine só: você consegue localizar o seu braço ou as suas orelhas, certo? Mas o ponto G não é encontrado com essa facilidade. Ele só aparece em momentos específicos — basicamente, quando a mulher já está muito excitada.

Como encontrá-lo?

A primeira e mais importante dica é: não economize nas preliminares! Se você deseja estimular sua parceira nesse local específico, vai precisar deixá-la muito lubrificada. Para isso, pode apostar seu tempo nos carinhos e brincadeiras que vocês gostem de fazer juntos.

Se ela realmente estiver com esse tesão todo, o ponto G aparecerá na parede posterior do canal vaginal, mas de forma discreta e sutil. O que ocorre é um relativo inchaço no interior do órgão, dado pelo aumento da temperatura corporal e da circulação do sangue na região. O que fica evidente não é o seu formato ou tamanho, mas sim o prazer de sua parceira.

O raciocínio é simples: quando estamos excitados, nosso corpo reflete isso de várias maneiras. No caso dos homens, o pênis fica ereto; já para as mulheres, há o enrijecimento dos seios, a hipertrofia do clitóris e, é claro, a ilustre presença do ponto G — e esses, na verdade, são apenas alguns dos vários sinais!

Quais são as melhores formas de estimular o ponto G?

Se você conseguir atingir o ponto G da moça em questão, é certo que ela sentirá um prazer intenso. O orgasmo feminino tem fama de ser mais difícil, complicado e demorado, mas pode ter certeza: ele é poderoso. Existem muitas formas de fazê-la gozar, basta se empenhar em dar a ela uma noite realmente inesquecível.

E o pênis não entra no meio: já é comprovado que o órgão masculino não consegue encostar no local por seu formato pouco propício. Mas isso não deve desanimar os caras. Na verdade, essa é uma excelente oportunidade para conhecer melhor as preferências da garota e, ainda, descobrir coisas que ela gosta e você nem desconfiava. A penetração é apenas uma parte do sexo, certo?

Use e abuse de seus dedos, vibradores e brinquedos eróticos. Inúmeros modelos estão disponíveis no mercado com o intuito de fazer com que o ponto G seja alcançado. O segredo reside exatamente na forma, que lembra um pequeno gancho (uma vez que este lugar tão especial encontra-se na parte de cima do colo da vagina).

Se você optar pelas suas próprias mãos, usar um ou dois dedos de forma curva é a jogada ideal. Para que tudo seja realmente prazeroso, não se esqueça do sexo oral antes: ele deixará sua parceira muito lubrificada e pronta para o melhor orgasmo de sua vida — se feito da forma correta, é claro.

É importante ter em mente que a “procura” pelo ponto G deve ser algo gostoso, que estimule o casal a se conhecer melhor e entender o corpo e as preferências de cada um. Os estímulos devem ser feitos com carinho, então não torne essa uma busca incessável, mas sim uma brincadeira prazerosa!

Lembre-se de que o diálogo vem em primeiro lugar e é indispensável para que o casal seja realmente feliz com sua vida sexual. Esteja atento às reações de sua parceira e aproveite!

Gostou de entender como encontrar o ponto G e não vê a hora de colocar seus conhecimentos em prática? Então não deixe de curtir nossa página no Facebook e acompanhar outras dicas quentes para apimentar sua relação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *