Swing para casais: como convidar o seu parceiro?
28/05

Swing para casais: como convidar o seu parceiro?

O swing é uma prática sexual que habita o imaginário de muitos casais. Sair do mundo das ideias para a prática, entretanto, pode parecer difícil para alguns. Isso porque nem todos se sentem à vontade imaginando o (a) parceiro (a) com outras pessoas ou porque acham difícil tocar no assunto em casa. Mas com alguns passos, é possível começar a se abrir para todas as possibilidades que essa experiência pode trazer aos dois.

Se você está louco para provar o swing para casais e quer falar com seu par a respeito disso, este post é para você. Veja como fazer um convite irresistível e apimentar ainda mais sua vida a dois!

Conheça o outro

Para começo de conversa, conhecer seu/sua parceiro (a) é a base que vai dar suporte a qualquer proposta — e aventura.

Pessoas com mentes mais abertas e que costumam experimentar de tudo na vida e no sexo são mais propensas a topar esse tipo de brincadeira. Nesse caso, uma noite intensa pode ser o gatilho para você falar a respeito e disparar o convite.

Toquem-se bastante, conversem a respeito, apoiem-se na cumplicidade de vocês como casal e assegurem-se sempre do amor que sentem um pelo outro.

No caso de o outro ser muito conservador, vá com mais calma. Você pode começar sugerindo novas brincadeirinhas durante as relações sexuais e, pouco a pouco, estimular no outro a vontade de diversificar.

Converse sobre os benefícios do swing para casais

Não adianta você convidar seu/sua parceiro (a) para ir a um swing somente para realizar sua fantasia. Isso pode soar egoísta e fazer com que nem exista mais a abertura para que conversem a respeito.

Em vez disso, foque nos benefícios que o swing pode trazer a ambos. Muitos praticantes relatam que a novidade não só esquentou a relação, mas também aumentou a cumplicidade e a confiança do casal.

Outra vantagem é que o swing pode transformar o amor possessivo em algo muito mais profundo, íntimo e pleno, fazendo com que vocês se lembrem de por que se apaixonaram.

Ofereça segurança

Você não pode falar de troca de casais e deixar o (a) parceiro (a) inseguro (a) ao mesmo tempo. Além de desencadear uma briga gigantesca, isso pode causar mágoas e desconfiança — o oposto da sua intenção nessa hora.

Ao tocar no assunto, reforce o quanto você deseja aquela pessoa que está ao seu lado. Fale a respeito da lealdade e não deixe espaço para que ele (a) pense que algo já está rolando sem seu conhecimento.

É importante fazer a pessoa entender que fazer swing é uma decisão consensual, que só funciona se os dois abraçarem a ideia. Também vale a pena combinar uma senha ou palavra de segurança, caso a pessoa fique desconfortável em algum momento e precise da sua ajuda ou intervenção.

O swing para casais pode transformar um relacionamento, por isso, pense a respeito e converse com muito carinho com seu par. É importante também ouvir o que o outro lado tem a dizer, afinal, o relacionamento sadio deve ter reciprocidade.

Quer saber mais dicas para levar sua vida sexual a outro nível? Assine a nossa newsletter para receber nossos conteúdos exclusivos desse delicioso universo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *